1 de dezembro de 2009

Sou como os lápis..



Antes. Solitário.
O papel. Necessitava de algo que tirasse sua brancura e sem amargura lhe levasse para onde for, ou ser o que for. Lápis decorreram. A guerra entre a cor e o papel se fez num desenho no ar e incolor, lado a lado borracha passeou pelo seu passado.

Só papel. Não uma folha preenchida.
Desenhavam incansavelmente no infinito construído num leve rabiscar, apagando o que lá tinha de lombadas e sinais fechados cedidos erroneamente pelo papel. De um lado resistência, do outro desistência.

De repente, se fez um ponto... uma ponte... lápis caíram de cheio no Paint. Pensas tu que estou descomposto? Meu tempo é de hoje, de agora imprimido. Hoje.

Sou como estes lápis. Se não precisa de mim, porque não partir?

24 Neurônios comentaram.:

Flavih Jones disse...

Isso é que é começar dezembro com o pé direito. =D
Abro o Notta, e dou de cara logo com um post desses.
Quanta inspiração.

Ameiii. *.*

=P

Luan Fernando disse...

Nunca tive pensado nisso, mas, realmente o lápis tem uma grande semelhança com nossas vidas.
Chega a ser interessante.

Daniel Savio disse...

Aff, alguém sempre vai precisar de ti, talvez não a pessoa que a gente queira...

Então, dias melhores e coloridos para ti...

Fique com Deus, menina Priscy Little.
Um abraço.

Lu disse...

Priiiiiiii mais uma vez obrigada pelo comentário em meu armázem ;)
Quanto ao post, amei!
Santa inspiração viu.

Beijos.

Keel Diniz disse...

ahaha.. e se inspirou ontem neh?!! hahaha

post lindooo *_*

bjo :*

Lunna disse...

Que palavras lindas.. amei..

;*

Fernanda disse...

me lembrou uma cronica de Paulo Coelho que dizia que temos que ser como o lápis: precisamos entender que tem sempre algo sobre o controle de tudo e que nos orienta,que precisamos ser sábios e saber apagar erros cometidos com uma borracha e as vezes sofremos ao sermos apontados mas isso nos deixa melhores...e que um dia acabaremos mas mesmo mortos teremos escrito uma vida.

Priscila Rôde disse...

Nossa,
viajei legal agora com esse post!
Sério..
não sei responder a pergunta.. rs
adorei :O

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Hoje amanheci com essa música na cabeça e resolvi compartilhar...

http://www.youtube.com/watch?v=MJfQXS1hKDo

Depois de um dia estafante, essa música sempre acalma.

Que sua quarta seja de luz, menina linda do meu coração.

Rebeca

-

meus instantes e momentos disse...

bonito texto, muito bom.
Parabens pelo teu blog.
Maurizio

Hosana Lemos disse...

"Se não precisa de mim, porque não partir?"

essa frase me fez repensar tanta coisa...

Desabafando disse...

Uau, que texto lindo...rsrsrs...adorei a frase final.

Obrigada pelos votos de aniversário ontem e por ter visitado meu cantinho. Volte sempre que quiser.

Poly_andra disse...

nossa que texto lindo!
isso que é inspiração.
amei mesmo
=*meninas

A Magia da Noite disse...

e deixar um risco na branca folha deste papel.

Glenda disse...

Priscy!! suahsua
"bob esponja de vocês"?
shausha é só meu! o blog é só meu! ninguém mais escreve não!! suahushaushuahsuahsua

(adoro lápis, em desenhos de arquitetura usamos muito!)

disse...

"Se não precisa de mim, porque não partir?"


E tudo o que eu vinha pensando ao longo do texto, sumiu. Só restou essa frase em mim.

.ana disse...

é uma boa metáfora.
e concordo com a menina ali de cima: "Se não precisa de mim, porque não partir?"
prestei atenção nisso tb.
[caiu bem hj pra mim...]

beijos!

O Profeta disse...

Porque será que os pássaros
Cantam na partida do dia
Porque será que um amante ausente
Fica de alma apertada, vazia?

Porque será que as ondas lamentam
Em sussuros de sal no areal
Porque será que as rezas são feitas
Para correr para o longe o perverso mal?


Boa semana


Doce beijo

Erica Vittorazzi disse...

às vezes, nós mesmos, temos que mandar o outro partir...

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Queridos amigos,

É com aquele SORRRISO ENORME que viemos dar as boas novas. O Néctar da Flor ganhou o 1 lugar na Gazetas dos Blogueiros. Não teríamos chegado a essa colocação se não fosse o apoio e a consideração de todos. Queremos dizer que o troféu não é nosso, o número 1 faz parte de uma família que construímos nessa blogosfera. Então, meus amigos, somos o número exato pra multiplicação exata de carinho.

Beijos jogados no ar, SEMPRE!

-

Daniela disse...

que lindo ú.ú
bela comparação \o
adorei o texo *------*

Dil Santos disse...

Oi mocinha,como está?
Adorei, ficou lindo o post.
As vezes fico com essa dúvida tbm, rsrs
Ô Priscy, fico muito feliz que eu tenha lhe ajudado e já falou sim, mas é sempre bom ler de novo, rsrsrs.
Eu gosto da intensidade, gosto da emoção, de escrever com o coração.
Continuarei com toda certeza sempre com vc's.

Um bjo querida
:)

Eric R. disse...

Como disse um grande escritor "Todo lápis tem sua serventia..."
Belo texto, muito interessante.

Beijo :D

Bah disse...

Se não partir dá pra entender porque esses lápis dá vontade de ficar só olhando de tão bonita que está a foto rs..

Kisu!