13 de setembro de 2010

O que aconteceu???


Tem dias que só penso como isso aconteceu. Como eu pude me perder de mim mesma? Como eu deixei a personagem tomar conta da interprete? 
Essa não sou eu. Eu não sou tão forte e nem tão fria. Eu sou de alma leve e boba. Então me pergunto. O que aconteceu?
Antes eu culpava você, por ter me deixado cair, por ter me deixado desistir. Não mais. Eu esperei tanto e como você nunca esteve aqui, eu segui adiante. Mas alguma coisa mudou em mim. Você sendo o motivo ou não, algo mudou.
Ás vezes me sinto tão sufocada, tão cansada de tudo. E ainda assim tento seguir, e mesmo sem me reconhecer eu vou me recomeçando. 


                                  "Todas as palavras que digo - é por esconderem outras palavras."
                                                                                         Sempre, Clarice Lispector 

33 Neurônios comentaram.:

Maria Fe disse...

identifiquei-me em muita coisa com o texto!
sem clichês, mas acho que às vezes a gente se perde da gente mesmo pra se reencontrar, ou melhor ainda, pra encontrar algo novo e recomeçar.
beijo

.ana disse...

nossa, como a gente faz bobagem, né? e como dói descobrir isso.
só que essa é a vida, aqui estamos para crescer. e esse é um processo bem complicado... afffffff! cansa às vezes...
[hj to assim... meio de saco cheio!]

beijos!

. disse...

Temos sempre que seguir, mesmo que nada dê certo. Parece impossível, mas com paciência as coisas se ajeitam.

;*

Dani Brito disse...

Oi Flavih! Adorei sua visitinha!! "Eu esperei tanto e como você nunca esteve aqui, eu segui adiante"...isso também aconteceu comigo. Acontece que a gente nunca se conhece o suficiente, e só quando vem as lutas é que percebemos o quanto somos fortes, o quanto a gente muda...

Beijos, ai adoro Clarice..rs

Paulo Braccini disse...

seguir sempre, e nunca nos perdendo de nós mesmos ... a trilha é esta ...

bjux

;-)

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

Por vezes vamos visitindo roupas que agradam mais aos outros que a nós mesmos, quando percebemos fica pouco de nós, nossa voz é só do sim, de muitos sins e alguns nãos, mas o que falta mesmo é a nossa voz...O personagem finalmente vence

Poly_andra disse...

"eu esperei tanto e como você nunca esteve aqui, eu segui adiante"
nossa me identifiquei bastente.

recomeçar é sempre preciso, um beijo e bom recomeço ;*

estava meio ausente ein moça?

Levada23 - Yasmine :) disse...

Haaa eu gostei muito do que você escreveu.
Muiitoo Boom..
Vou voltar sempre tá? rs
Te seguindo a partir de hoje =D

Tati Plens disse...

tenho sentido tanto isso...
mesmo sem me reconhecer, mesmo sem entender onde estou, eu vou seguindo...

força pra nós.

beijo.

Maria Fernanda Probst disse...

Uma descrição perfeitinha e toda minha... É.

Daniela disse...

Triste e bela a sua postagem :]
Lindo o blog, vou seguir \o/
Quanto ao teatro, vc não sabe o que ta perdendo *-* Entra logoo \o/
beeijos :*

Daniella Ockner disse...

Ad vezes é preciso um tempo para colocar as coisas no lugar, percebermos o que realmente queremos, onde erramos e acertamos e nos encontrarmos dentro de nós mesmos. Pode demorar ou não, mas acredite que esse momento vai chegar! Você pode precisar da solidão para se resolver, ou de ombros amigos, mas no fim da tudo certo :) Tente coisas novas.

Chica disse...

Por vezes nem nós entendemos.Mas obom é que podemos recomeçar... Que bom te ver novamente!beijos,chica

Yoyo disse...

Seguir adiante, muitas vezes, é o melhor a fazer.
Adorei sua visitinha ao Errante Caminhante.Apareça sempre, viu!
Beijinhos

Daniel Savio disse...

As vezes se trata de um teste, pois só perdemos o que é superfluor a nós, caso contrario lutamos até alcançar o nosso objetivo, ou aprender a real lição que tinhamos aprender...

Também esta com saudade de ti, mas trate de se cuidar menina, ok?

Fique com Deus, menina Flavih Jones.
Um abraço.'

Emi disse...

Às vezes as circunstâncias fazem com que percamos parte de nós ou mesmo nossa totalidade. Só mesmo se a mudança nos fez melhor é que nela devemos permanecer.
Beijos, amei o blog!

Diego Marques disse...

Pelo que percebo em seu texto, não é um caso de a personagem tomar conta da interprete, mas sim um crescimento pessoal...

vc não se tornou uma pesoa fria e sim conciente de que se não pode ter o amor de quem ama, tem que seguir em frente e tentar ser feliz a sua maneira e não estagnar, achar q o mundo acabou...

isso demonstra q feridas estão se cicatrizando!

Torço por tih!

tem selos pra vc no meu blog!

sds

Lary Scamp disse...

Gosteeei muito do seu blog, parabens. Depois da uma olhadinha no meu. bjs.

Ellen Damaris disse...

as vezes nao sabemos quem somos né ? mas com tempo agente descobre !

adorei aqui

beijao

Luiza disse...

Cansamos! e de uma forma ou outra, sem perceber, recomeçamos. não dá pra se apoiar em outro alguém, infelizmente hoje em dia está assim. você passou lá no blog, agradeço e te sigo. beijos :)

Gabriela Andrade disse...

A frase da Clarice ficou muito boa com o teu texto! Gostei demais (:
Beijos!

Rafael Ayala disse...

Esse momento de parar e pensar é fundamental.
Cada um deve tomar o tempo que achar necessário.
Ou então continuar e ir entendendo as coisas (quem connsegue entender tudo?) durante a caminhada.
A vida é um eterno recomeço... Força e boa sorte!
Beijos1
=]

Gabriela Castro disse...

Oi, minha querida. Seu post fez completo sentido pra mim. É estranho quando percebemos que mudamos, mas é necessário. Precisamos fazer de tudo para nos sentirmos bem.
beijos

Keel Diniz disse...

A única opção é recomeçar.. :( é triste dizer, mas é a verdade, mesmo não queremos é preciso voltar tudo de novo e tentar outra vez.

Saudade daquiiiiiiii.. saudade de vocêe.. não some mais ;)

:*

ana clara tavares disse...

Que lindo o texto. Suave e profundo! adorei
-

Volte sempre ! Beijos

Poupée Amélie™ disse...

Oi! Passei para retribuir a visita!
Quanto ao post, digo que ultimamente tenho me questionado bastante também: "o que aconteceu?" "por que deixei que as coisas chegassem onde chegaram?"
Enfim, a vida é cheia de altos e baixos, de coisas boas e outras nem tanto, mas o importante é aprender sempre e prosseguir, independente dos problemas.
BjO*

PAULA OLIVEIRA disse...

É, eu entendo como se sente. Não é raro como se eu me sentisse uma desconhecida de mim mesma .... mas depois de um tempo, procurando e procurando, acabo me descobrindo outra vez...sempre a mesma, sempre mudando...
Adorei vir aqui, vou te linkar lá no Escritoteca, ok?
Beijo grande! Vou voltar!

Bruna Ronchi disse...

as vezes a gente se sente cansada de tudo, com vontade de desistir, mas mesmo assim a gente continua, acreditando que um dia tudo vai passar

Bruna Ronchi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rívia Petermann disse...

Olá...

cabe a frase "quando o homem se fez uma pergunta sobre si,virou o mais ininteligível dos seres",de Clarice Lispector.

Difícil mesmo não é se achar,é saber como se achar.

obrigada pela visita ao blog,adorei aqui também!

Beijos!

Crazy Sushii disse...

Ammei o texto,adorei a novo visita no meu mundinho quase parado rsrsr...obrigado mesmo,seja sempre bem vinda no meu blog...adorei as palavras, elas se fazeem minhas tbm...e o pior é que esses acontecimentos nos deixam fortes...bons de mais e depois o que nos era forte jah não machuca mais...hj em dia sinto falta de ser fraco, de amar! rsrrs bjs linda!

Patricia s2 disse...

"Ás vezes me sinto tão sufocada, tão cansada de tudo. E ainda assim tento seguir, e mesmo sem me reconhecer eu vou me recomeçando. "

Assim que me sinto. E é tão difícil de explica, mas penso que ao mesmo tempo que cometi um monte de erros, lembro que também não tive uma mão que me segurasse me ensinando o caminho certo, apenas palavras duras me julgando.

bjs intenso, XD!!!

Lisa Alves disse...

Somos personagens de nossas próprias tragédias. Mudar o roteiro é uma ótima opção.

Abraços poéticos

Lisa