4 de novembro de 2010

Qualquer castelo de areia



To exausta de construir e demolir fantasias. Nao quero me encantar com ninguem. Nao é questao de querer, e sim de conseguir. Mas tambem nao quero. É, nao quero. To exausta de construir e demolir fantasias. Ja apareceram tantas oportunidades de construir um novo castelo, mas recusei, sempre recuso. Castelos com 'principes' que madavam rosas vermelhas pro meu trabalho. Outros que faziam declarações, sobre mim, para amigos. Coisa que voce, talvez, nunca tenha feito. Embora nao tenha feito, existe uma musica que diz: 'Depois de voce, os outros sao os outros, e só'. E só...


Semana que vem vai ter uma viagem a trabalho. Irao duas pessoas do meu setor. Se forem tres, estarei indo. To torcendo por isso. Preciso tanto sair dessa cidade. Preciso tanto olhar qualquer lugar de uma cidade qualquer e nao ter qualquer lembrança da gente...


Queria levar embora o medo que ficou, levar embora as magoas que deixou, levar tudo que me lembre que voce passou por mim, levar o odio que restou por saber que ainda existe amor, levar embora a certeza que eu tenho que isso nao passar...

3 Neurônios comentaram.:

Erica Vittorazzi disse...

Eu sei que é clichê, mas o amor é assim: clichê. Parece que acontece igual para todo mundo. Então, posso te dizer com doutorado no assunto: vai passar. E você vai rir depois.

beijos

URBAN.GO disse...

Olá!
Vejo que alguém precisa de "tempo" para voltar a viver.
A vida dá destas lições, faz estes exames. Ninguém está devidamente preparado, mas ... todos passam por eles.
Respira fundo amiga, o sol vai voltar a brilhar ... não tarda nada.
Beijinho, vais ficar bem.
(pega sorriso :-)

Se gostares de ler, visita-me.
Link:odelicadosomdosilncio.blogspot.com

Daniel Savio disse...

Ilusões são sempre ruins, pois roubam espaço para a felicidade...

E boa sorte para viajar =P

Fique com Deus, menina Priis.
Um abraço.